Uma foto extraordinária de um cavalo consolando uma mãe em estado terminal, enquanto abraçava seu filho em seus últimos momentos de vida, chegou à final do World Press Photo Contest. O prestigioso concurso premia todos os anos o melhor do jornalismo visual. Os fotógrafos são de 28 nações diferentes.

Na categoria Contemporary Affairs, há uma imagem intitulada “Doctor Peyo e Mister Hassen”, do fotógrafo francês Jeremy Lempin. Na imagem, ele retrata uma pessoa em uma cama de hospital acariciando o seu filho e um cavalo.

A história por trás da fotografia


De acordo com o portal World Press Photo, o nome dela é Marion, ela é uma paciente com câncer e está acompanhada de seu filho que se chama Ethan e do Dr. Peyo, cavalo que é utilizado em terapia assistida por animais, na Unidade de Cuidados Paliativos, em o Centro Hospitalar de Calais, na França.

A terepaia assistida por animais também é conhecida como pet terapia, esse recurso que é utilizado para terapias psicológicas e cuidados paliativos. São métodos aos quais ele se refere para ajudar a reduzir a ansiedade, o estresse, melhorar a frequência cardíaca ou ajudar a controlar a dor.

Embora não os cure, Peyo transmite sua energia e os tranquiliza, fazendo com que os pacientes falem ou andem após meses sem fazê-lo.

O seu treinador diz que o cavalo é dotado de uma sensibilidade incrível “Peyo escolhe em que quarto entra. Ele demonstra isso levantando a perna na frente da porta da sala em que deseja entrar.

“Lembro-me de quando ele insistia em entrar em um quarto. A mulher naquele quarto, estava partindo. Peyo não saiu do seu lado até que fechou os olhos e não os abriu de novo … Eu o acompanho, mas no final é ele quem decide ”, disse Bouchakour, seu treinador.

O cavalo se aproxima dos pacientes e se deixa acariciar, olhando para eles e lambendo-os. Mas é ele quem escolhe os pacientes, tem dias que ele se recusa a entrar no hospital e os cuidadores o respeitam.

Antes de entrar, seguem um meticuloso protocolo de higiene e dão banho no cavalo, cobrem-no com um protetor e aplicam um óleo antiparasitário em seus cascos. Peyo é tão incrível que aprendeu a andar de elevador.

Ele ajuda muito as pessoas. E a foto ficou marcada para sempre. Obrigado ao cavalo Peyo por ajudar tantas pessoas. Gostou da atitude do cavalo? Então compartilhe

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido do PROTETOR DOS ANIMAIS é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. APOIE O NOSSO TRABALHO COM UM DOAÇÃO. clique aqui