A maioria das pessoas acreditam que algumas raças de cachorro são violentas por natureza. Mas a agressividade de um animal de estimação pode ter raízes em tratamentos anteriores. Isso pode acontecer muito com cachorro da raça Pitbull que são usados para lutas de cães.

Isso foi o que aconteceu com um cachorro chamado Bubby, infelizmente a sua história de começo é bem triste, o cãozinho caiu em mãos erradas. Ele era colocado para “brigar” com outros cachorros da mesma raça.

Agora que ele foi resgatado, ele só quer se aconchegar em seu cobertor. Antes de ser resgatado o cachorro servia como isca em brigas de cachorro. Quando resgatado o cachorro foi indicado para eutanásia no abrigo onde foi parar, após ser resgatado do mundo das brigas de cachorro.

Mas o seu destino foi diferente, ele conseguiu escapar da morte. Depois da terrível experiência no abrigo, algumas pessoas chegaram a adotar o pobre cachorro, mas ele não teve a vida que merecia, não era bem cuidado.

veja tambem:

Tudo isso que ele passou, só alimentou a sua insegurança. Mas agora em mão certas, o cãozinho vem se recuperando. Sua nova mãe, chamada de Katharine, recentemente compartilhou sua história de superação.

“Quando adotei meu panda canino, 6 semanas atrás, ele era magro, assustado, fedorento e muito assustado.”

– Ele tinha sido um cachorro usado em rodas de combate. Então, eles o tiraram de um abrigo de abate horas antes de ser abatido, para ser ‘resgatado’ por pessoas que o trancaram em uma garagem e o deixaram deteriorado por dois meses ”, comentou Katharine.

veja tambem:

A mulher sabia que o cãozinho passou por muitas coisas ruins, por isso ela estava pronta para ajudar ele, ver o cãozinho naquela situação partiu o seu coração. O cachorro se curvava e costumava urinar com medo de estar perto de um estranho.

O cachorro tinha sofrido muito e não queria se machucar novamente, mas o amor de Katharina realmente o salvou. Agora ele está aprendendo o que é o amor. Com muito amor e paciência, a garota conseguiu fazer uma grande mudança na atitude do peludo.

“Eu mal consigo reconhecê-lo nas fotos de seus primeiros dias comigo, ele se tornou um cão completamente novo física e emocionalmente. Descobrir que ele ama as pessoas, outros cães e o ar livre foi muito gratificante em minha vida. Eu amo meu Bubby mais do que posso dizer ”, acrescentou.

O Bubby está se adaptando a sua nova vida e ama passear com sua mãe humana. Todos seus ferimentos foram curados, mas tem uma coisa que o cachorro não planeja se separar, é do seu querido cobertor que ele tem desde o primeiro dia de sua adoção. Parece que o pano lhe deu segurança e Katharina não tem problemas em mantê-lo ao seu lado.

Todo cachorro tem uma história por trás disso, mas há algumas que partem seu coração. Compartilhe esta história e que o caso de Buddy mostre ao mundo que o amor cura qualquer ferida.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido do PROTETOR DOS ANIMAIS é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. APOIE O NOSSO TRABALHO COM UM DOAÇÃO. clique aqui